sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Difícil Decisão



Outro dia ouvi alguem dizer na tv que não optou por viver só 1 mes no ano e trabalhar nos outros 11...não prestou concurso público pra não ficar engessado...não escolheu a estabilidade financeira. Nem me lembro o que essa pessoa faz pra sobreviver, mas tenho a impressão de que estava bem. Afinal, pra ser feliz não é preciso ganhar muito, os prazeres da vida, do dia-a-dia, se bem administrados, tudo bem. Tendo o básico, saúde, alimentação, moradia, pra que mais? O importante é ser feliz. Conheço muitos que batalharam a vida toda, se sacrificaram em nome da família (e a sacrificou tb), e que depois da aposentadoria, ou ficaram doentes e não puderam usufruir da grana acumulada, ou cairam em depressão por não saberem mais o que fazer (ou de não saber o que gostam de fazer).
Difícil optar. No começo da vida adulta ainda somos muito inexperientes pra escolher a carreira da vida toda, somos influenciáveis, imaturos. Mas escolhemos. Geralmente mal. Poucos dão a sorte de saber desde cedo sua vocação. Hoje, se pudesse, eu diria para mim há 20 anos atras: "siga o coração, o que sempre gostou de fazer, porque só é bem sucedido na vida quem trabalha no que gosta, se destaca dos demais porque faz com amor, com interesse. Financeiramente, o tempo se encarrega de cuidar daquilo que é feito com tanto capricho." Teria seguido a carreira que escolhi aos 14, e não aos 18. Aos 14 eu gostava do que sempre gostei: plantas, animais, natureza, mar...Aos 18 falou mais alto a vaidade (que bobagem), a família...acabei seguindo um rumo totalmente oposto do que gostei durante toda a vida. Estava na minha cara e eu não vi, até na escola, as matérias que eu mais gostava...
Agora o tempo não volta. Mas não quer dizer que não posso retomar parte daquele sonho. Decidi e vou fazer de tudo pra começar a viver os 12 meses do ano, conciliando trabalho e qualidade de vida. Objetivo e planejamento vão me levar lá...e sorte também. Espero inspirar alguem como a pessoa no programa da tv me inspirou.
Bjs a tds!

2 comentários:

  1. Perfeita sua postagem e concordo exatamente com você! Claro que a gente às vezes fica louca com tantos problemas e o pior parece mesmo ser a falta de grana.... Mas quando pensamos nas outras coisas, que vc mesma disse: saúde, alimentação, moradia - e as pessoas que gostamos por perto, tudo é superado.
    Pra que viver com luxo exagerado e muito dinheiro? Pra viver com medo de roubos, assaltos e sequestros? Sinceramente se a gente parar para pensar a gente não precisa disso. A gente precisa mesmo é de amor e saúde, o resto vem!
    E quanto a recomeçar, acredito que nunca é tarde! O importante é ter força de vontade para recomeçar.

    bjs!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Cintia, pelo carinho. Vc disse tudo: o importante é o amor! Bjs,
    Mi

    ResponderExcluir