sexta-feira, 17 de julho de 2009

Carroça Vazia

Certa vez alguem me disse que carroça vazia é que faz barulho. Frase estranha pra quem não nasceu na roça. Mas quem já viu uma carroça puxada a boi sabe que quando ela esta vazia range muito. Como as pessoas: a qtdd de coisas que ela tem na cabeça é inversamente proporcional a qtdd de bobagens que ela fala, ou seja, qto mais vazia a cabeça, mais m...s ela fala. Ou, qto mais burra a criatura, mais barulho ela faz. Pessoas que falam, falam e falam sem parar, nas horas mais impróprias, e o fazem de maneira espalhafatosa, falam alto, chegam a gritar...ou teriam algum deficit auditivo? Não, é a caracteristica dos que falam por falar, falam qualquer coisa por falar, sem conteudo algum. Frases como: "falar é prata, calar é ouro" ou "temos 2 ouvidos pra ouvir mais e apenas 1 boca pra falar menos", essas pessoas ignoram completamente. Pra elas o importante é articular, e como articulam mal: não conjugam verbos, plurais não existem, chovem "menas", "poblemas", "partileiras", "largatos" e "taubas".

A última que tive de aturar, desfiou a trajetoria da sua vida enquanto aguardávamos a chegada do carro fúnebre pro enterro de um familiar muito querido. É demais! Como se nos interasse saber o que ela (criatura) viveu. Queriamos nos despedir do parente em paz, de preferencia em silencio, pra que todos pudessem em seu intimo, lembrar dos momentos agradaveis que teve com o finado.

Em meus pensamentos, enquanto tentava não ouvir aquela ladainha constante, só imaginava a falastrona esticadinha no caixão no lugar do morto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário